Arquivo mensal: novembro 2006

Padrão

Eu vim aqui fazer um texto de protesto contra a VIVO e o PROCOM. Sobre como a lei nos deixa ser enganados. Como nunca temos razões. Como um atendente imbecil, ao invés de me dar diretrizes sobre como resolver meu problema, ficou dando lição de moral. Sobre como eu quero foder com a vida da VIVO. Como eu quero fazer textos no jornal, sabotar o site, fazer propaganda contra nos céus. Me coligar com a TIM e quem sabe até com a CLARO (olha só!) para que essa empresa afunde, decrete falência.

Mas, minha raiva é tão grande que eu não consigo pensar no assunto sem minha cabeça doer e todo o meu ser fervilhar. E minhas mãos tremerem. Eu quero processá-los, quero difamá-los, quero conhecer pessoas nos melhores jornais e publicar textos, quero que ninjas armados matem os funcionários incompetentes de telemarketing, quero que o Congresso refaça as leis de telefonia celular e que refaça as leis do consumidor. Não quero mais ser enganada e levar uma lição de moral.

Você é jovem, você tem que aprender… Aprender o quê? A se culpar por ser enganado? No Brasil, se você é enganado, a culpa é sua porque não foi esperto.

Quero que a VIVO imploda.